Dicas

LAGOS, RIOS, PRAIS E CACHOEIRAS

Quando se está diante de uma bela paisagem, como de uma cachoeira, por exemplo, imagina-se que nada pode atrapalhar o prazer do momento e que nada de ruim pode acontecer com um simples mergulho. No entanto, acidentes graves acontecem ao mergulhar sem os devidos cuidados.
Normalmente é muito difícil visualizar perfeitamente o fundo de um lago, rio, piscina natural ou cachoeiras o que impede de ver se existem pedras ou troncos de árvores submersos e até mesmo identificar o quanto é rasa a profundidade. Vale alertar que a profundidade é variável, um ponto pode ser bem fundo e há poucos centímetros ser raso.

Portanto, fique atento as essas dicas:
– Evite mergulhar quando não é possível visualizar perfeitamente o fundo ou quando não se sabe a profundidade do local;
– Tenha certeza que a profundidade é adequada para mergulhar;
– É melhor dar uma “barrigada” na água, do que uma “cabeçada” no fundo mergulhe em uma posição quase paralela à água, evite dar “pontas” onde o corpo entra quase perpendicular na água;
– Evite mergulhar e quando o local parece ser raso;
– Não mergulhe de lugar muito alto, pois isso faz seu corpo entrar com mais velocidade na água;
– Um pequeno impacto na cabeça já é suficiente para lesionar a coluna;
– Mesmo que haja um local onde se sabe que é profundo evite mergulhar, pois é possível que em alguns centímetros ao lado pode haver uma pedra, troco ou mesmo ser mais raso;
– Não se deixe levar pelas brincadeiras e provocações dos amigos que querem que você pule.

PISCINA

A piscina é um local excelente de lazer que tem um aspecto inofensivo, mas que também oferece riscos e é responsável por pacientes que tiveram lesão Raquimedular. O perigo está tanto nas quedas com impacto na borda ou escada, quanto no mergulho que gera impacto no fundo da piscina. Quem se previne aproveita mais a vida. Não deixe de se cuidar e de curtir os momentos de lazer, veja as dicas:

– Evite mergulhar com muita velocidade ou se lugares muito alto, quanto mais rápido você chegar ao fundo da piscina mais perigoso será;
– Evite mergulhar com o corpo em um ângulo quase perpendicular na água, prefira uma “barrigada” a uma “ponta de cabeça”;
– Identifique a profundidade da piscina. O ideal é que a piscina tenha ao menos o dobro da sua altura para você mergulhar com segurança;
– Evite brincadeiras de empurrar pessoas para dentro da piscina, é fácil escorregar e bater a base da coluna (lombar) ou nuca e a cabeça;
– Evite pular na piscina com cambalhotas ou de costas;
– Dentro da piscina não suba nos ombros de outras pessoas, não faça brincadeiras onde você pode cair próximo a borda, podendo assim bater a cabeça e coluna;
– Evite pular da escada da piscina, o perigo aumenta mais quando a escada é feita de material escorregadio.

MOTO

É comum ouvir o ditado popular, na moto o pára-choque é você. Isso é verdade, mas os acidentes não acontecem apenas com colisões, inclusive o garupeiro é bastante prejudicado nos acidentes de moto. Por isso, mesmo que você não tenha moto, mas eventualmente dirige ou vai na garupa da moto preste atenção as dicas:

– Siga as leis de trânsito, elas existem para lhe proteger;
– Evite trafegar em altas velocidades;
– Evite manobras arriscadas, com desviar carros, ultrapassagens, circular entre veículos (sob a faixa central), curvas fechadas entre outras;
– Redobre a atenção quando estiver conduzindo a moto com outra pessoa na garupa. Aceleradas bruscas, buracos e desviadas podem derrubar a pessoa que está de carona e a coluna e cabeça são pontos expostos e de fácil impacto;
– Use capacete certificado, na medida correta e use todos os itens de segurança em bom estado de funcionamento;
– Nunca use capacete danificado ou maior que a sua cabeça ou sem presilhas e viseira;
– Nunca beba bebidas alcoólicas antes dirigir.

TELHADO, LAJES E MUROS

Consertar uma antena de televisão, um pequeno problema no telhado, buscar uma pipa no telhado ou ainda brincar ou curtir um sol na laje podem parecer atividades sem perigo nenhum e que qualquer um pode fazer. Realmente o problema não é se você tem capacidade para fazer essas atividades o problema é se você está cuidando de todos os itens de segurança. Olhando um telhado ou uma laje e vê uma altura pequena, que não assusta e sem grandes perigos onde uma queda talvez gere alguns arranhões. Você até considera a quebrar um braço ou mão, mas nunca se lembra da coluna e da cabeça. Nunca pensa que o pior pode acontecer. No entanto lesionar a coluna é mais fácil do que parece é a falta de cuidado das pessoas é o fator comum entre várias causas de acidentes, por tanto seguem algumas dicas:

– Não suba em telhados sem equipamentos de segurança;
– Qualquer desequilíbrio de uma pessoa em uma altura de telhado ou laje pode gerar uma queda com conseqüências graves;
– Conte com a ajuda de profissionais experientes e com EPIs (equipamento de proteção individual);
– Não fique distraído, andando, pulando ou brincando em lajes, qualquer descuido pode gerar uma queda;
– Telhado com maior inclinação ou molhados oferecem ainda mais perigo;
– Não subestime uma atividade aparentemente simples, muitas vezes é melhor deixar a TV fora do ar ou a pipa presa no telhado do que se arriscar e lembre-se não deixe de pedir ajudar e cuidar dos detalhes que podem aumentar sua segurança.

ACIDENTES NO TRABALHO

A legislação obriga as empresas a fornecer equipamentos de proteção individual (EPI) e informações para prevenir acidentes de trabalho, no entanto, é percebido que o próprio trabalhador se descuida do uso do equipamento, ou por utilizar incorretamente ou por não utilizar. Muitos dizem que é feio, que atrapalha ou que são espertos o suficiente para escapar de acidentes. Ai pode-se usar outro ditado popular, “não de sorte ao azar”, não exponha ao risco, bonito mesmo é ficar inteiro, é não se prejudicar. Os acidentes que causam Trauma Raquimedular acontecem principalmente em homens em idade produtiva, que em função da lesão são obrigados a pararem de trabalhar e sofrem muito com essa situação. Por isso, fique atento, não de bobeira com a sua segurança no trabalho, veja as dicas:

– Use os EPIs, sempre, sempre e sempre, não importa se é uma atividade simples ou rápida, basta um segundo para o acidente acontecer;
– Estimule seus amigos de trabalho a usar os EPIs;
– Use corretamente os EPIs;
– Exija que sua empresa forneça bons equipamentos de segurança, tanto para os profissionais quanto de estrutura dos ambientes;
– Participe da Semana de Prevenção a Acidentes organizada pela sua empresa.

CARRO, TRÂNSITO

A maioria das pessoas usa o carro tantas vezes que isso vira um hábito corriqueiro e automático, nem se pensa mais no que esta fazendo. Isso abre brechas para ficar desatento aos cuidados básicos

– Lembre-se você está em um carro, você está em perigo somente o seu cuidado pode evitar problemas graves;
– Não se distraia, fique sempre muito atento;
– Não atenda ao telefone celular e nem faça chamadas;
– Não envie mensagens SMS pelo celular;
– Não brinque com outros passageiros, até uma simples conversa já gera distração e perigo;
– Não cuide de crianças ou bebês enquanto dirige;
– Não pegue coisas no banco de trás;
– Muito cuidado ao mexer no rádio;
– Evite procurar coisas no porta luvas;
– Não leia ao dirigir;
– Você tem em média de 2 a 3 segundos para reagir a uma situação de perigo no trânsito de cidades e estradas, se você estiver um pouco desatento já será o suficiente para se envolver em um acidente;
– Fique sempre com as duas mãos no volante e os olhos no trânsito;
– Use sempre o cinto de segurança, não importa se você vai andar apenas alguns metros, o acidente pode estar lhe esperando na esquina;
– Respeite as leis e sinalização de trânsito, isso é para o seu próprio bem;
– Mantenha seu carro revisado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: